Traductor

terça-feira, 27 de junho de 2017

Costela mindinha no forno

Não é a forma mais acertada para fazer este corte de carne, mas costuma-se dizer que quem não tem cão caça com gato. A costela mindinha e um corte de carne tirado de uma peça inteira de costela de boi ou vitelo, na qual tiramos a parte alta e as pontas dos ossos, ou seja, ficamos com a parte central da costela que um corte excelente para grelhar na brasa.

O termo costela mindinha mais usado no Brasil, onde ela é feita na churrasqueira a uns 60 centímetros das brasas com os ossos virados para baixo entre 4 a 5 horas apenas temperada com sal. Na parte final, quando os ossos começam a sair da carne, vira-se com os ossos para cima para que toste um pouco a carne. Este processo lento de grelhar deixa a carne suculenta por dentro e crocante por fora, uma coisa que todos adoramos num bom churrasco. Visto eu viver num apartamento e não ter uma churrasqueira, resolvi faze-la no forno na qual com alguns truques ficou com uma aparência equivalente da feita na churrasqueira.



Ingredientes

Uma costela mindinha (parte central da costela)


Sal grosso marinho



1 colher (das de café) de alecrim seco

2 colheres (das de sopa) de fumaça liquida

Papel alumínio

1 copo de água



Preparação

E fundamental ter um tabuleiro com grelha incorporada para que a carne não toque o liquido. Esfregue bem a costela com o sal dos dois lados e deixe repousar uns 15 minutos em lugar quente para que o sal entre bem na carne. Num tabuleiro com grelha coloque a água e a fumaça liquida, limpe a carne do excesso de sal e sobreponha em cima da grelha com os ossos para baixo sem que toque a água, espalhe por cima o alecrim e cubra com papel alumínio de maneira que não toque a carne. Leve ao forno preaquecido a 220ºC e rebaixe a 160ºC apenas com calor pela parte de baixo, deixe assar umas 3 horas. Retire o papel alumínio e passe para a posição grill com calor só por cima uns 10 minutos ou até ficar tostado, retire do forno e deixe repousar uns 15 minutos para facilitar o corte. Corte entre os ossos e sirva com saladas ou com um toque mais brasileiro, uma boa farofa.



Bom Apetite

Sem comentários:

Enviar um comentário